Notícias
o mais importante sobre o mercado imobiliário
Notícias
voltar \ Apoios ao arrendamento jovem através do programa Porta 65 batem record em 2020

Apoios ao arrendamento jovem através do programa Porta 65 batem record em 2020

29 mar 2021
Apoios ao arrendamento jovem através do programa Porta 65 batem record em 2020
Estado gastou 19,5 milhões em ajudas no pagamento de rendas ao abrigo da iniciativa, um valor que iguala o anterior máximo, em 2010.

Os apoios do Estado ao arrendamento jovem através do programa Porta 65 bateram recordes em 2020, ano marcado pela pandemia da Covid-19. Foram gastos, ao todo, 19,5 milhões de euros em ajudas no pagamento de rendas ao abrigo da iniciativa, um montante que iguala o anterior máximo, verificado em 2010. Ao todo, desde 2008, o Estado já despendeu com o programa Porta 65 jovem 185,7 milhões de euros.

Segundo o Jornal de Notícias, que se apoia em dados do Ministério das Infraestruturas e Habitação, mais de 11 mil jovens (e agregados familiares jovens) foram apoiados através do Porta 65 no ano passado, um número inferior aos 12.100 verificados em 2009.

A tutela adianta, citada pela publicação, que de 2013 (ano com menor execução) até 2020 a verba destinada ao Porta 65 Jovem aumentou cerca de 60%, sendo que nesse ano, em 2013, foram apoiados cerca de 7.500 jovens num investimento total de 11,7 milhões de euros.

O ano de 2013 foi, de resto, um dos mais “fracos” no que diz respeito ao número de jovens apoiados ao abrigo do programa, a par de 2016, por exemplo, quando só se apoiaram 7.167 candidaturas. 

As mudanças nas regras que o programa sofreu a partir de 2018 – até então só era acessível a pessoas com até 30 anos, mas o limite foi alargado para pessoas com até 35 anos (ou 37, no caso de ser um casal), e a duração do apoio foi também prolongada, de três para cinco anos – terão contribuído para que, desde então, o mesmo se tenha tornado mais apelativo. 

Citada pelo Jornal de Notícias, a secretária de Estado da Habitação, Marina Gonçalves, referiu que “o Governo está a trabalhar para tornar este instrumento ainda mais eficaz”.

Veja Também