Notícias
o mais importante sobre o mercado imobiliário
Notícias
voltar \ Revisão dos coeficientes do IMI travada pela pandemia

Revisão dos coeficientes do IMI travada pela pandemia

30 jun 2020
Revisão dos coeficientes do IMI travada pela pandemia
Este processo de revisão ocorre, por lei, a cada três anos, e o último foi realizado em 2015, tendo entrado em vigor em 2016.

A revisão dos coeficientes de localização dos imóveis para efeitos de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) deveria ter ficado concluída em 2019, mas o processo foi suspenso devido ao contexto provocado pela pandemia da Covid-19. Até ao momento, ainda não foi definida uma nova data para a retoma da revisão.

Os coeficientes de localização servem de referência na determinação do Valor Patrimonial Tributário (VPT) dos imóveis e consequentemente definem o valor final a pagar de IMI - mas a sua aplicação não é automática, pelo que as mudanças que resultarem do atual processo de revisão apenas serão tidas em conta nas avaliações de imóveis realizadas a partir da data em que se apliquem os novos coeficientes.

Ao que tudo indica, segundo a notícia avançada pelo Jornal de Negócios, estes valores já foram revistos pelos peritos avaliadores dos serviços de Finanças e pelas autarquias, mas ainda falta a aprovação final do Fisco.

O atraso estará relacionado com a “situação de incerteza que se vive”, de acordo com as declarações de Francisco da Costa Gomes, o presidente da Associação de Peritos Avaliadores de Engenharia (APAE), em declarações ao jornal. “O processo está em stand-by”, garantiu o responsável.

O Código do IMI prevê que, a cada três anos, a Comissão Nacional de Avaliação de Prédios Urbanos (CNAPU) proponha ao Governo os coeficientes de localização máximos e mínimos a aplicar em cada município, tendo a última revisão ocorrido em 2015 e sido incorporada nas avaliações realizadas de 2016 em diante.

Fonte: Idealista News

Veja Também